Uncategorized

GRUPOS DE DISCUSSÃO PERMITEM TROCA DE EXPERIÊNCIAS

Sandra Paulino coordenou grupo sobre TV e Mídias Digitais
Sandra Paulino coordenou grupo sobre TV e Mídias Digitais

Katia Brito

Um dos pontos centrais do Encontro de Comunicação do Alto Tietê (Ecat), que teve sua primeira edição realizada no último sábado na Universidade de Mogi das Cruzes, foi abrir espaço para debates entre estudantes, professores e profissionais do segmento. Para isso, além de quatro painéis, foram promovidos grupos de discussão pela manhã e à tarde.

Os grupos discutiram os desafios para o Jornalismo Impresso, coordenado por Edgar Leite, editor-chefe do Diário de Suzano; TV e Digital, com Sandra Paulino, da TVT/Rede Brasil Atual; Assessoria de Imprensa, com Fernando Antunes, da Antunes Assessoria & Comunicação, e Publicidade, com Fabio Inoue (no período da manhã). Por falta de inscritos, os grupos de Rádio não foram realizados.

Natalia Gutierrez, aluna de Publicidade da Universidade Braz Cubas, participou do grupo de Publicidade do período da manhã. Ela destacou a oportunidade de poder conversar com profissionais que já estão no mercado de trabalho e o medo pelo grande número de alunos que inicia o curso, enquanto poucos se formam. “Isso assusta um pouco o estudante, que se pergunta se está no caminho certo, mas, conversando com profissionais chegamos à conclusão que a cada dia devemos fazer tudo com mais sabedoria e amor para se destacar no meio de tantos”, disse ao apresentar os resultados das discussões para o público do Ecat.

Reflexão

A troca de experiência entre profissionais e estudantes foi o diferencial para a jornalista Cristina Gomes, que é chefe de reportagem dos jornais Mogi News e Diário do Alto Tietê, e participou do grupo de Jornalismo Impresso pela manhã. “Falamos um pouco da questão se o jornal impresso vai acabar ou não. Eu acredito que vai continuar, mas é preciso saber qual o caminho trilhar para conquistar os leitores, com a internet e as mídias sociais. O Edgar (Leite, coordenador do grupo) apresentou pesquisas, uma delas mostrando que o jornal vem perdendo público, porém, o Anderson Fernandes, diretor da Secretaria de Comunicação Institucional da Prefeitura de Suzano, disse que há uma pesquisa interna que indica que a Prefeitura só atinge o seu público se publicar em mídia impressa”, contou a jornalista.

Ela salientou a participação de outros jornalistas experientes da região como Fabio Miranda, Cleber Lazo e Guilherme Peace e a discussão de outros temas como a questão do jornalista como Pessoa Jurídica, a “pejotização”, e o “passaralho”, quando há demissões em série nos veículos. E, entre os estudantes, chamou sua atenção o depoimento de Vitória Fiel, estagiária do Mogi News, que falou de seu crescimento profissional após integrar a equipe do jornal. “O jornal é uma base para trabalhar em outros veículos. Você colhe a informação e volta para escrever, ou então precisa entender e absorver para repercutir”, concluiu Cristina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s